Meu avô e outros Avós certamente conheceram um FeNeMê.

Que ideia genial registrar uma tradicional marca de caminhões, que havia perdido a patente, em uma nova versão agora alinhada ao novo século.

A FNM (FeNeMê) – fábrica nacional de motores foi uma estatal que operou de 1942 até 1988. Fabricava caminhões com chancela da italiana Alfa Romeo. Na verdade a primeira fábrica de veículos brasileira.

Agora retorna fabricando caminhões elétricos.

Achei sensacional ressuscitarem a marca.

A saudosa FeNeMê, que muito ajudou no desenvolvimento do Brasil entregando seus caminhões, está de volta com um baita conceito sustentável.

Fiquei pensando quantas marcas famosas já perdem seu registro e poderíamos ressuscitar?

Já pensou ressuscitar Puma, Miura, Santa Matilde, SP2?