Comunicado 001/2020

Prezados  Despachantes Gaúchos,  devidamente associados à  AGD  SUL, através deste instrumento   viemos nos  direcionar  a  cada um  dos  senhores  e  das senhoras, não  somente pelo  dever de  manter atualizadas  nossas demandas, mas  sim,  pelo  respeito e  admiração que temos  com  cada  um  de  vocês.

                Ser  Despachante  vinculado  à  AGD SUL,  é  ser mesmo  diferente,  é  estar comprometido  e acima  de  tudo preocupado com  o  amanhã, nossa  Missão é  futurística, não  batalhamos  pelo  hoje,  nem  tão  pouco  desejamos  pequenas  oportunidades  e uma  vaga  ao  sol,  nós  queremos o que nos  é  devido.

                Somos os pioneiros, somos o ponta  pé  inicial  de uma categoria  esquecida e  desanimada, escravizada  por um  sistema que beneficia  poucos  e  insiste em manter  um órgão  apontado  pelo Tribunal de Contas  como “ilegal”, mas seguimos apenas querendo trabalhar, aliás, o  Despachante Gaúcho em  especial  o  que está no  manto da  AGD  SUL,  é  verdadeiro,  integro  e  não  está  sozinho,   estamos  firmemente  alinhados  aos  nossos  ideais,  e,  quanto aos  apontamentos  feitos  pela  Comissão  ou  demais órgãos  de  investigação,  à AGD  SUL,  corta muitas vezes  na própria  carne para dar  exemplo.

                Pedimos  aos  nosso  associados, que sigam  harmoniosos, que sejamos  capazes  de  outras  tantas buscas por tudo  que achamos  justos, é  direito  constitucional  trabalhar  com  dignidade,  toda  a  imposição ou demandas  que descumpra  à Lei nós  não  vamos  aceitar,  não  vamos nos calar, seja abusos “como limites de  ficha”  para  o Despachante  “  GRT vencida(?)”,  seja o que for, nós  não somos mais  aqueles  esquecidos de outrora, nós  somos a massa,  nós  somos sangue na veia,  nós somos  garra, afinal,  quem paga nossas  contas  somos nós,  quem  portanto,  dita decide  sobre  nossas  ações  somos nós.

                Existe  um  Governo  legalmente  constituído, devidamente  eleito  pela  maioria, mas também  existe o  Despachante devidamente Credenciado,  o  Estado é  de  todos,  o  Estado não é  de  grupos  que  acostumaram  viver  nos fartos  privilégios  das Concessões  Públicas, aliás, passou da  hora  do  Rio  Grande avançar, quebrar tabus  e  construir  novos mecanismos,  todavia, é necessário  alinhar  as  forças  políticas, falarmos a  mesma  língua  e reconhecer que  AGD  SUL, CRDD/RS e  SINDERGS, compõe  uma  Comissão e somente  estas  agem  pela  efetivação  dos  pleitos  da  categoria.

DAS AÇÕES:

                Nosso  Projeto  de Lei  foi desfavorecido por esta “pandemia”,  que  fez à  Assembleia  parar,  fez  o  Governador  mudar  seu  foco,  muitas  demandas  de  caráter  administrativos dentro  do DETRAN/RS,  uma vez  barrada  na  burocracia, agora  ganhou  outro  aliado  ainda  pior o “COVID-19”, aguardamos  a  dias  uma Portaria, mas  o  tal  vírus  adentrou  o 6º  andar  da  Casa  e  mais  uma  vez  tudo  fora  adiado. Temos  pleitos  que  tem como meta  amparar o Despachante em  especial de cidades  pequenas e também o  vírus segura  tais demandas.

                Temos reuniões em breve com  nosso  Deputado  Wesp, buscaremos  as  respostas  e  os  porquês  de  um  DETRAN/RS  tão  lento,  coisas  básicas de um Portal  que  basta  um  operador apenas  da  PROCERGS  para compatibilizar,  dizem  que a pandemia sufocam as  demandas. Estamos sendo  compreensivos,  estamos  buscando o dialogo, portanto estimados  guerreiros, se  preciso for, vamos  marchar  rumo a  Porto Alegre  e  protestar  pelo que é direito, não  estamos pedindo favor à ninguém.

DO  SITE  AGD  SUL

                O  colega  Douglas vem  mantendo  contato  com a  Le & Camp  e  atualizando site,  pedimos  que  usem as plataformas, vamos  gerar números  e  levar  ao DETRAN,  dizendo  que não há motivos  para comemorar,  demonstrarmos que o sistema é  falido, e  que se  propõe  a  defender  o atual  sistema, comprometido e  leal à  categoria NÃO  pode  ser. Se  alguém tiver  dificuldades  nos propomos auxiliar  no  melhor  uso  do site www.agdsul.com.br.

DO CAIXA  AGD  SUL

Quando fechamos o acordo com  a COMISSÃO  e  ficou  acordado  que AGD SUL  e SINDICATO  receberiam  0,15  centavos  das  GRTs, muitos que não  tem o zelo  de associar-se a  AGD  SUL e  fazer  como cada  um de  vocês fazem, que é  ter o  espirito de  união, eles fazem o  papel julgamento descabido,  achando que a  AGD  SUL  passaria  após  tal  acordo  a  receber  milhares  de  reais todo  o mês. Não é fácil fazer  um projeto  sem recursos, e os  valores repassados  não são o que  merecíamos mas claro  vem nos  ajudando manter nossa  luta.

Repasses: R$ 6.449,65;  R$ 5.995,00;  R$ 5.844,15;  R$ 9.315, 56.  (  Em julho,  após nosso  contabilista fazer o  balanço  eu e o Rampanelli  faremos demonstrativos de caixa).

BANDEIRA VERMELHA

                Estamos  atentos e  somos solidários  aos  nossos  colegas  de  municípios de  Passo Fundo e outros  que por  ventura  estejam  sob  a  “Bandeira Vermelha”, essa insegurança  nos  trás  desconfortos,  somos autônomos  e  temos  despesas  diárias,  se é questionável  ou  não  tais medidas  não  faremos  juízo nesse  momento, mas  é  preciso  encontrarmos com  o  Governador  e com nosso  Deputado  algumas  medidas  que possam  nos dar mais tranquilidade nesse  momento. Usem  as  mídias  sócias,  façam  destas  plataformas  um  meio  de  publicidade,  trabalhem com o  diferencial,  vamos nos  desafiar e  ter  certeza  de que  sairemos dessa,  foram tantas que o  Despachante enfrentou, já  fomos  traídos  e  abandonados  de todas  às  formas, mas  nunca  perecemos.

                Tenham fé,  se  mantenham  atentos,  reafirmamos  se for preciso protestar  assim faremos, vamos  buscar nova  AUDIÊNCIA PÚBLICA  para 2021  e  com garra vamos  cravar nossa  bandeira,  ou  nos  respeitam ou  nos respeitam, não  há outro  argumento,  esse é o  espirito  da  AGD SUL.

Gaurama, 30  de  junho  de  2020

Ler mais

Comunicado 003/2020

TERMO DE RESPONSABILIDADE

Estimados Despachantes vinculados a AGD SUL, é inegável dizer que somos uma nova plataforma de trabalho, o grupo AGD SUL cada dia que passa dá o maior exemplo de cooperação, inovação e criatividade.

Podemos dizer que somos o limite entre o antes e o depois de uma categoria, estamos nos organizando e mostrando que quando se há vontade de fazer, mesmo que com pouco dinheiro se faz, e fizemos porque somos especialistas em união, somos solidários e diferentes, somos o alicerce de uma nova história para o Despachante Gaúcho.

Nosso site www.agdsul.com.br é um exemplo, cada um de nós fez sua parte e seguimos fazendo, à cada dia essa plataforma digital ganha corpo, e geramos métodos inteligentes com números eficazes para provar ao DETRAN/RS que o atual sistema é falido, muitas vezes precário e costumeiramente burocrático e desprotegido de uma interpretação uniforme da Lei e sobre tudo dos POPs.

No entanto, é valioso e necessário que os associados sigam alimentando a base de questionários do site, apontando as maiores dificuldades e o que mais trava o processo, filas longas, poucos atendentes, demora na conclusão do processo, expedição de autorização via celular do cliente, limite ilegal de fichas darias e outras dezenas de problemas.

Ao passo que os nobres colegas se dignam alimentar os “Campos” do site AGD SUL, vão criando gráficos inteligentes que servem como à mais apropriada pesquisa a ser entregue ao DETRAN/RS. Neste prisma, salienta-se também a importância da responsabilidade no uso, não somente da questão ética, língua portuguesa clara e formal, assim como o acesso, sem fornecer login e senha aos terceiros, e ainda apontar de forma eficiente os problemas atuais sem juízo de valor, muito menos o ataque a pessoalidade do individuo, afinal nós lutamos contra um sistema falido e não contra o trabalhador da outra entidade.

Ante ao exposto, desejamos a todos muita luz, sabedoria, garra e espirito de cooperação, não se pode mudar os rumos de uma categoria lutando de forma individualizada, a AGD SUL é o que nos representa quanto Associação de nível Estadual, compondo uma Comissão que se digna de agora em diante separar o “joio do trigo”, seguimos firmes e ativos, e como dizia o eterno Chapolin “siga-me os bons”. Candido Falcão Presidente Estadual da AGD SUL

Ler mais

FNM – FeNeMê está de volta

Meu avô e outros Avós certamente conheceram um FeNeMê.

Que ideia genial registrar uma tradicional marca de caminhões, que havia perdido a patente, em uma nova versão agora alinhada ao novo século.

A FNM (FeNeMê) – fábrica nacional de motores foi uma estatal que operou de 1942 até 1988. Fabricava caminhões com chancela da italiana Alfa Romeo. Na verdade a primeira fábrica de veículos brasileira.

Agora retorna fabricando caminhões elétricos.

Achei sensacional ressuscitarem a marca.

A saudosa FeNeMê, que muito ajudou no desenvolvimento do Brasil entregando seus caminhões, está de volta com um baita conceito sustentável.

Fiquei pensando quantas marcas famosas já perdem seu registro e poderíamos ressuscitar?

Já pensou ressuscitar Puma, Miura, Santa Matilde, SP2?

Ler mais

Guedes busca criar “imposto negativo”

A nova Carteira Verde Amarela digital em estudo pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, vai permitir o registro por hora trabalhada de serviços prestados pelo trabalhador para vários empregadores.

Na carteira, será registrada a quantidade de horas que o trabalhador faz para cada empregador com a respectiva referência.⁣

Não haverá cobrança de encargos trabalhistas, do FGTS e da contribuição do INSS. Guedes pretende fazer uma “ponte” de transição entre a assistência social do governo e os contratos regidos pela CLT. Uma espécie de “rampa” para o trabalhador informal subir e entrar no mercado formal de trabalho.⁣

Além disso, a ideia do ministro é adotar um modelo de Imposto de Renda Negativo, sistema pelo qual as pessoas recebem pagamentos suplementares do governo, em vez de pagar impostos ao governo. Uma das possibilidades é uma alíquota de 20%. Ou seja, se o trabalhador ganhar R$ 500, o governo completa com mais R$ 100.⁣
⁣Fonte: UOL⁣

Ler mais

Comunicar é a arte de ser entendido

Em busca de inspiração para escrever, me deparei com essa frase do premiado ator e escritor inglês Peter Ustinov (1921-2004) e me encantei!

Para mim, ela resume bem a essência do que é se comunicar.

Na sua origem, a palavra “comunicação” vem do latim “communicare” e significava “compartilhar” ou “tornar comum”. Já estava intrínseco aí o sentido de relação com alguém. Ou seja, para me comunicar eu preciso do outro. Dessa forma o diálogo acontece e, a menos que aconteçam ruídos no meio do caminho, há o entendimento de ambas as partes. 😉

Comunicação faz parte de nossas habilidades humanas, assim como a empatia, e se comunicar bem é um diferencial, sobretudo para os profissionais que querem se destacar nesse mundo cada vez mais tecnológico, acelerado, incerto e automatizado.

Escolher e saber usar bem as palavras é uma das partes desse processo e facilita a vida de quem vai ler ou ouvir sua mensagem.

Se você fosse escrever a frase “Comunicar é…”, como seria?

Ler mais